Projeto Ceres doa hortaliças durante pandemia


Pés e maços de rúcula, alface, almeirão e rabanete já chegaram a cerca de 1.250 pessoas em Fernandópolis. A produção é da horta de 1.000 metros quadrados do curso de Agronomia da UB – Universidade Brasil – através do Projeto Ceres, que envolve alunos e professores, que está em nova fase desde o início de 2021. O projeto de extensão do curso no campus de Fernandópolis atende instituições filantrópicas e colaboradores da UB.

Para a universidade, a iniciativa de combater a insegurança alimentar causada pelo aumento do desemprego na pandemia é uma forma de cumprir a sua função social. De fato, a vida dos brasileiros foi substancialmente impactada: segundo dados da Pesquisa Nacional de Domicílios, duas em cada dez famílias viu 50% a 80% da renda total diminuir. E 10% dos domicílios perdeu entre 80% e 100% da fonte de renda.

As sete instituições atendidas – como APAE - Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais - e Cofasp - Comunidade das Famílias São Pedro -, entre outras – consideram as doações especialmente importantes neste momento. “Agradecemos pelas doações de alimentos e pela parceria no desenvolvimento e manutenção da horta em nossa própria instituição, onde todo o alimento produzido é utilizado na alimentação das crianças e adolescentes e doados para famílias atendidas pela entidade”, declara Maria do Carmo Amaral Martins, coordenadora da Associação Comunitária Maria João de Deus.

Em números, foram destinadas 815 unidades de almeirão, 1.020 de rabanete, 1.510 de alface e 1.690 de rúcula.

O PROJETO

Na mitologia romana, Ceres era a deusa dos grãos e da fertilidade da terra. Ceres originou a palavra cereal que dá nome ao projeto. Criado em 2013, é hoje coordenado pela Prof. Dra. Andréa Cristiane Sanches, também Coordenadora do Curso de Agronomia.

Desdobramento do original, o Projeto Jovens Ceres é outra iniciativa da UB, voltada para estudantes de escolas públicas de 14 a 18 anos. Os alunos participam de um curso gratuito de 200 horas, voltado ao manejo e produção de hortaliças. Ao fim da jornada, bolsas de 60% de desconto – com adicional de 10% no pagamento sem atraso – são disponibilizas aos interessados em prosseguir com os estudos.

Fonte: https://www.cidadaonet.com.br/noticia/projeto-ceres-doa-hortalicas-durante-pandemia



Compartilhe
          
Últimas Notícias

Santa Casa de Andradina e Universidade Brasil farão aula inaugural de internato de medicina em fevereiro
07/02/2023


Aula inaugural de internato de medicina será segunda na Câmara de Andradina
07/02/2023


Aula inaugural de internato de medicina será segunda na Câmara de Andradina
07/02/2023


Internato de medicina começa oficialmente com aula inaugural em Andradina
07/02/2023