Universidade Brasil retoma direito de realizar vestibular de Medicina


A Universidade Brasil conseguiu mais uma importante vitória judicial. A Justiça decidiu pela manutenção do vestibular do curso de Medicina. Portanto, um edital será lançado para o ingresso de novos alunos. Também segue valendo o processo seletivo já realizado neste ano.

Dessa forma, fica invalidada a suspensão determinada pelo Ministério da Educação, conforme portaria nº 327, de 16 de outubro de 2020, e publicada no Diário Oficial da União no dia 19 do mesmo mês.

A série de conquistas que a UB vem garantindo nos tribunais contra determinações arbitrárias é uma clara sinalização no sentido do reconhecimento dos esforços realizados pela nova gestão da universidade, que privilegia a lisura, a transparência de todos os processos internos e o respeito à Lei. É também um atestado de que o Poder Judiciário é soberano e se faz presente para corrigir exceções e injustiças.

Reiteramos nossa vocação para o diálogo construtivo e para a busca de novos caminhos e providências. A UB estará sempre de portas abertas e à disposição permanente do MEC e dos demais órgãos de controle e fiscalização.

No curso de Medicina em particular, adotamos uma comunicação clara e direta com os estudantes, ouvindo suas demandas. Publicamos recentemente a relação completa dos alunos matriculados no curso neste semestre e vários outros documentos pertinentes (PPC – Projeto Pedagógico do Curso, Regulamento de Atividades Complementares). O total de matriculados em 2020.2, incluindo os trancados, é de 1.345 alunos. Portanto, um número ainda consideravelmente abaixo do autorizado.

Tema delicado, os prontuários dos alunos estão devidamente organizados em uma sala cofre e foram individualmente atualizados e reanalisados com base em deliberação do colegiado sobre Aproveitamento de Estudos. Em relação a disciplinas de Medicina cursadas fora do campus de Fernandópolis, em que pese terem sido dadas como um curso especial, decidimos aplicar provas de proficiência para poder lançar este aproveitamento em benefício dos estudantes. Tudo em conformidade com as diretrizes e regulamentos da Universidade.

Do ponto de vista de reestruturação interna, contratamos um novo coordenador do curso, o Dr. Armando José Gabriel, respeitado médico da região e com sólido currículo na área. Além disso, como determina o Regimento Interno, artigo 26, Matrícula por disciplinas em sistema de créditos, implementamos um processo eletrônico de Matrícula Orientada, permitindo que alunos pudessem ter acesso a disciplinas que necessitavam.

Temos convênio para Internato com Fernandópolis, Votorantim e Salto, todos no Estado de São Paulo e com alunos frequentando. Como determina a Resolução 3/2014, o Conselho Superior da Universidade regularizou a oferta de 2019 fora do Estado.

O descrito acima é um breve apanhado de mais de seis meses de gestão compromissada com um trabalho aberto, coletivo e com foco em resultados que beneficiem a comunidade acadêmica.

Trabalhamos sem descanso para fazer o certo, e não o fácil. Queremos construir condições de excelência duradouras para a Universidade Brasil. Confiamos na verdade e estamos prontos para todos os ajustes necessários. Seguiremos no nosso propósito de ter uma Educação de qualidade, mais justa e democrática.

fonte: http://oextra.net/28661/universidade-brasil-retoma-direito-de-realizar-vestibular-de-medicina
 





Compartilhe
          
Últimas Notícias

Santa Casa de Andradina e Universidade Brasil farão aula inaugural de internato de medicina em fevereiro
07/02/2023


Aula inaugural de internato de medicina será segunda na Câmara de Andradina
07/02/2023


Aula inaugural de internato de medicina será segunda na Câmara de Andradina
07/02/2023


Internato de medicina começa oficialmente com aula inaugural em Andradina
07/02/2023