Estudante indígena de Medicina da UB celebra Dia do Índio e reafirma sua origens





Dia 19 de abril, quando se comemora o Dia do Índio, é também a data em que Dyakalo Farato Matipu – ou apenas Farato – comemora seu aniversário. E, desde 2019, a celebração tem um gosto ainda mais especial para ele. Foi nesse ano que ele deu início à realização de um sonho de infância, ao ingressar no curso de Medicina da Universidade Brasil.

A UB mantém em Fernandópolis o Projeto Educação Indígena, voltado a estudantes da região do Xingu. Através desse projeto, a Instituição oferece 100% de bolsa, além de moradia, despesas com água e energia elétrica e mais uma ajuda de custo.

“Quando eu me tornar adulto, quero ser médico pra descobrir doença”, dizia o pequeno indígena nascido na Aldeia de Kuikuro, no Alto Xingu, Mato Grosso. Hoje, completando 38 anos de idade, nota que, para muitos de seu povo, esse tipo de sonho permanece sendo algo distante. “Ainda é uma coisa nova para o meu povo, mesmo já vivendo no meio do homem branco, talvez por medo de enfrentar muitos obstáculos”, diz.

Trajando o jaleco, indumentária típica dos estudantes e trabalhadores da área da Saúde, Farato não deixa de lado suas origens. “Minha raiz e minha cultura são fundamentais pra mim”, afirma. “Quando chego na aldeia, fico totalmente como eu ficava sempre: danço, pesco com flechas, participo do trabalho coletivo com a comunidade, pinto o corpo etc.”, relata ainda.

Além de comemorar o Dia do Índio e mais um aniversário, Farato manda ainda uma mensagem aos povos indígenas do Brasil e do mundo, especialmente os que têm um sonho, como o de cursar Medicina. “Continuem tentando. O sonho não vai bater à porta da sua casa. É você quem corre atrás deles. Vai passar por muitos obstáculos e dificuldades? Vai, sim. Mas seja forte e firme”, recomenda o estudante. “A dor da ferida é passageira. E a cicatriz simboliza o orgulho de ser um guerreiro que venceu a luta”, finaliza.

Atualmente, o campus de Fernandópolis da UB tem cinco estudantes indígenas, sendo quatro cursando Medicina e um, Odontologia. O dia nacional do índio serve também para que nós possamos refletir sobre os valores culturais dos povos originários e da importância pela defesa e preservação de seus territórios e costumes.
 



Compartilhe
          
Últimas Notícias

Universidade Brasil inaugura novo Núcleo de Prática Jurídica em Fernandópolis
12/08/2022


Universidade Brasil está com vagas abertas para o PROUNI em quatro cursos
03/08/2022


Curso de Medicina da Universidade Brasil tem nova coordenadora
01/08/2022


Universidade Brasil disponibiliza a Biblioteca Digital Saraiva a seus alunos
25/07/2022