Comunicado sobre análise curricular e matriz do curso de Medicina


A Comissão de Avaliação Curricular do Curso de Medicina de Fernandópolis vem esclarecer, com transparência e lisura, que está empenhada em fazer as devidas correções nas análises curriculares para Aproveitamento de Estudos desenvolvidas em épocas anteriores. Objetiva-se cumprir todas as legalidades vigentes de forma a identificar convalidações ou aproveitamentos irregulares de estudos ofertados por instituições credenciadas ou não para oferta de educação superior, sob quaisquer denominações, incluindo cursos livres equivocadamente caracterizados como de extensão, para acesso à educação superior.

O Curso de Medicina da Universidade Brasil desenvolve Metodologia Ativa, como método ensino - desde 2008, onde o diferencial comparativo com a Metodologia Tradicional refere-se ao fato de que o estudante é estimulado a vivenciar a Medicina Prática desde o início do curso. Além disso, o Projeto Pedagógico do Curso com Metodologia Ativa de ensino preconiza o desenvolvimento das competências e habilidades elencadas nas Diretrizes Curriculares Nacionais (DCNs). Com estrutura curricular organizada em módulos interdisciplinares, na sua essência são desenvolvidas determinadas habilidades e competências, essencialmente necessárias à prática médica.

Como práticas inovadoras, consideramos oportuno mencionar as aulas realizadas em diversos cenários e equipamentos de saúde, educacionais, religiosos e sociais no módulo de Integração Ensino-Comunidade, no 1º e 2º períodos, e no módulo de Saúde Coletiva, nos 1º, 2º, 3º, 4º, 5º, 6º e 8º períodos, sobretudo as atividades desenvolvidas nas aulas práticas do 5º período, no submódulo de “A Família como Unidade de Cuidado” e nas aulas práticas do 8º período no submódulo de “Educação e Promoção da Saúde”. Ressalta-se que os conteúdos práticos e Metodologia Ativa são métodos de ensino que não são ministrados em várias instituições que ofertam ensino médico, sobretudo Instituições Estrangeiras.

Na intenção de atender todas as prerrogativas legais, defender a manutenção do Curso de Medicina e aplicar todo processo regulatório de forma clara e objetiva na formação do perfil profissiográfico médico, o atual Projeto Pedagógico do Curso de Medicina, em vigor para todos os alunos ingressantes a partir do ano de 2018, torna-se legal e obrigatório, sobretudo para formação generalista, humanística, crítica, reflexiva e ética.

Vale informar que todo processo de análise dos conteúdos apresentados quando do processo de transferência, se traduz em uma análise sistêmica de cada informação individual, que, associada a um conjunto de disciplinas, são passíveis de Aproveitamento de Estudos de cada um dos submódulos que compõe a Matriz Curricular 2018 do Curso de Medicina. Clique aqui para conhecer a matriz completa.

Esclarecemos que, sob a mesma ótica, se fosse realizado o mesmo procedimento de análise para o Projeto Pedagógico do Curso (2015), anterior ao Projeto Pedagógico em vigor, o estudante de Medicina estaria submetido ao cumprimento de uma série de conteúdos extras, pois as definições dos Módulos convergiam em Submódulos com respectivas cargas horárias superiores às em vigor.

Outro fato destacável é que, se comparadas a Matriz 2015 com a Matriz 2018, diversos submódulos foram divididos em partes com cargas horárias significativamente inferiores, p.e., Morfofisiologia Humana I na Matriz 2015 tem 480 horas e na Matriz 2018 este submódulo está dividido em Morfofisiologia Celular, Tecidual e do Desenvolvimento, com carga horária de 240 horas e Morfofisiologia do Sistema Locomotor e Tegumentar com 240 horas, ou seja, a probabilidade de Aproveitamento de Estudos para submódulos com cargas horárias inferiores é maior que com carga horárias elevadas. Essa lógica acadêmica se repete em diversos submódulos que compõem a Matriz 2018 do Projeto Pedagógico em vigor.

Reforça-se a tese de potencial vantagem acadêmica ao estudante, que além de conteúdos ofertados em submódulos com menores cargas horárias, a Matriz Curricular 2018 tem Carga Horária Total de 9.040 horas e a Matriz Curricular 2015 tem Carga Horária Total de 9.408 horas.

Após o lançamento de todos os Aproveitamentos de Estudos para cada submódulo equivalente, o discente de Medicina será convocado para realizar a Matrícula Orientada nos submódulos ofertados e disponíveis para matrícula, de forma a cumprir todos os conteúdos em sua evolução na formação do perfil profissional médico previsto no vigente Projeto Pedagógico do Curso de Medicina. Desta forma, cumpriremos o objetivo da formação médica sólida, amparados pelas diretrizes vigentes dos órgãos reguladores do ensino superior.   

Comissão de Avaliação Curricular do Curso de Medicina
 



Compartilhe
          
Últimas Notícias

Universidade Brasil inaugura novo Núcleo de Prática Jurídica em Fernandópolis
12/08/2022


Universidade Brasil está com vagas abertas para o PROUNI em quatro cursos
03/08/2022


Curso de Medicina da Universidade Brasil tem nova coordenadora
01/08/2022


Universidade Brasil disponibiliza a Biblioteca Digital Saraiva a seus alunos
25/07/2022