Prestes a embarcar para China, aluna que irá cursar Medicina em Weifang conhece o reitor da Universidade Brasil




De malas praticamente prontas e passaporte na mão, a jovem Sara Cristina Ferreira Freitas vem organizando os últimos detalhes antes da sua viagem rumo à China, onde irá cursar Medicina na Universidade de Weifang, instituição localizada na República Popular da China, parceira da Universidade Brasil.

Na manhã de 29 de agosto, Sara esteve na reitoria da Universidade e tratou questões acadêmicas e documentais com o pró-reitor de Pesquisa e Pós-Graduação, Stavros Panagiotis Xanthopoylos. Na sequência, encontrou com reitor Fernando Costa que a parabenizou por aproveitar a oportunidade de ir estudar em um país que investe muito em educação.

Durante a conversa, o reitor contou uma novidade que a estudante não esperava. Ele disse que a instituição dará uma bolsa de estudos durante os seis anos, irá oferecer uma ajuda de custo mensal, passagens aéreas uma vez ao ano e assim que concluir o curso e ao retornar ao Brasil, ela será convidada para dar aulas na Universidade.

“Fiquei muito feliz em receber esta notícia, cheguei aqui sem esperar bolsa nem nada. Inclusive, estava pensando como ia resolver essa questão financeira, porque não ia ter dinheiro para finalizar o curso. Ia ver um empréstimo ou algo assim. Fiquei feliz de saber que a Universidade Brasil vai providenciar a bolsa e ainda vou poder trabalhar aqui. Já tenho uma projeção de futuro, estou sem palavras”, agradeceu Sara.

Com seu jeito meio tímido, aos 26 anos, Sara é dona de um currículo que impressiona. Ela se formou em Farmácia em 2013, em seguida partiu para o mestrado em Medicina e deu continuidade aos estudos no doutorado, também em Medicina. “Ganhei uma bolsa da Capes no doutorado para dedicação exclusiva nas pesquisas. Estou terminando agora, depois de três anos e meio. Nesse meio tempo, fiz parte do doutorado em San Diego, na Califórnia, num período de sete meses, e voltei em março para o Brasil.

A jovem revelou sua paixão pela pesquisa e sabe da importância que ela tem para a área da saúde, no entanto, tem o desejo de contribuir com seu conhecimento de uma forma mais direta. “A pesquisa leva um tempo para ver o resultado. Trabalhando com médico, você trata o paciente naquele momento. Eu gostaria de ter experiência na parte clínica da Medicina, me traria um sentimento de recompensa maior até que a pesquisa”, explicou Sara.

A seu favor, além da bolsa e benefícios oferecidos pela Universidade, Sara conta com o total apoio do seus pais, que a incentivaram desde o momento que viram o comercial do vestibular de Medicina na China na TV. “Eles viram a propaganda e a minha mãe ficou animada. Meus pais adoram a China, eles conhecem alguns chineses no meu prédio e minha mãe dá aula de português para eles. Meu pai tem muita vontade de ir à China e assim que viram o comercial já disseram: você vai estudar medicina na China”, contou.

As aulas na Universidade de Weifang terão início no dia 15 de setembro e a Universidade Brasil deseja muita boa sorte à Sara nesta nova jornada rumo ao seu sonho.
Últimas Notícias

Campus Descalvado realizará a XIV Semana Agronômica
18/09/2019


Alunos de Psicologia do Campus Descalvado promovem ações em prol do movimento Setembro Amarelo
18/09/2019


Campus Descalvado promove palestras em comemoração ao Dia do Psicólogo
18/09/2019


Semana Jurídica de Fernandópolis foi destaque de público
17/09/2019