Chanceler da Universidade Brasil recebe Comenda do Mérito da Mooca em Sessão Solene




Para celebrar os 463 anos da Mooca, um dos bairros mais tradicionais da capital paulista, o Grupo Jornal da Mooca e a Câmara Municipal de São Paulo promoveram na noite de 08 de agosto, na Mansão Zurique, o Jantar de Gala e a Sessão Solene com a entrega da Comenda do Mérito da Mooca, uma honraria que homenageia moradores, pessoas públicas e empresários que fazem a diferença na região.

Entre os homenageados do evento foi a chanceler da UB - Universidade Brasil, Cláudia Pereira, reconhecida por sua dedicação e empenho em levar educação de qualidade ao bairro. A chanceler atuou por quase três anos como reitora do Centro Universitário Capital – Unicapital.

“Em 2013, assumimos a Unicapital, no bairro da Mooca, que na época havia perdido o status de Centro Universitário.  Após uma reestruturação acadêmica, recredenciamos a instituição com a nota 4, considerando a escala de 1 a 5, com todos os cursos sendo reconhecidos com excelentes notas. A reconstrução do processo acadêmico, postulou o Centro Universitário novamente no pódio das melhores instituição de ensino de São Paulo. Era nosso compromisso com o bairro da Mooca, justificada por termos muitos moradores que estudaram em nossa instituição. Nesta evolução, angariamos o posto de universidade, hoje somos uma universidade; a UB - Universidade Brasil. Estreitamos os relacionamentos e parcerias com a comunidade, instituições de classe de relevância como o Rotary, Associação Comercial e organizações empresariais, estando sempre presentes e atuantes nas ações sociais do bairro e festividades. Nossos núcleos de práticas discentes, atuam na comunidade promovendo interação social. Talvez sejam estes os motivos desta Comenda, me senti muito honrada”, agradeceu a chanceler Cláudia Pereira.

A solenidade contou com a presença do Coral da Polícia Militar do Estado do São Paulo que cantou o Hino Nacional Brasileiro à capela. Na sequência, o idealizador da Sessão Solene, o vereador Adilson Amadeu, fez os agradecimentos e revelou que todos os anos aumenta o número de pessoas que querem participar do evento. “Buscamos pessoas interessantes que fazem um trabalho profissional e humano com aqueles que residem no bairro. Fico muito feliz, porque frequento a Mooca há 60 anos. Então 463 anos de existência do bairro, eu considero uma nação”.

Segundo a diretora do Jornal da Mooca e organizadora do evento, Marcelle Fernandes, este é o segundo ano da festa que tem a proposta de enaltecer as pessoas que trabalham a favor do bairro. “Trazemos pessoas que agregam, como foi o caso da professora Cláudia Pereira da UB - Universidade Brasil que, além dos estudos, também gera empregos”, ressaltou.

Já o tenente coronel e comandante do 21º Batalhão - Região da Mooca, Valter Luis Sales Gonçalves, disse que para ele é uma satisfação sem descrição ser comandante do Batalhão da Mooca. “Estou há um ano aqui e vejo que a Mooca é diferenciada. É o quarto Batalhão que eu comando ao longo de 32 anos de carreira e para mim é uma honra comandar um batalhão numa região tão pujante de São Paulo. Celebrar esse aniversário que tem a entrega da Comenda da Mooca, onde várias autoridades estão e eu aqui representando a Polícia Militar, só tenho a agradecer”, afirmou o tenente.

Ao final das justas homenagens houve o jantar e os participantes ainda puderam se divertir ao som da Escola de Samba Mocidade Unida da Mooca.

Memórias da Mooca

Nascida na Mooca, as memórias da chanceler da UB - Universidade Brasil, Cláudia Pereira, sobre o bairro se entrelaçam com as lembranças do seu pai, que faleceu ano passado. Ele veio de Ribeirão Preto e escolheu o bairro para viver. Começou a trabalhar na Rua da Mooca e se enturmou com as pessoas da região. “Reencontrou com minha mãe e se casaram, residindo no bairro. Lembro que ele falava muito do Joseph Di Cunto, na época, era um local pequeno, mas sempre bem cuidado e já tinha uma tradição. Hoje, a Di Cunto é um restaurante, uma doceria muito famosa, talvez a maior da Mooca, então meu pai contava desse tempo para nós”, relembrou saudosamente a chanceler.

Professora Cláudia lembrou ainda que, aos 17 anos, seu primeiro trabalho foi na Rua da Mooca como secretária de vendas. Perto dali estudava, frequentava muito a Paes de Barros, as lanchonetes e barzinhos, o baile de carnaval do Juventus. “Sempre foi um bairro muito bonito, eu gostava muito e essas são minhas primeiras memórias”.
  
Últimas Notícias

Universidade Brasil promoveu 1º Open de Tênis em Fernandópolis
20/08/2019


Reitor Fernando Costa nomeia novo diretor de Relações Institucionais no Campus Fernandópolis
19/08/2019


Universidade Brasil e Corinthians distribuem novas bolsas de estudo em evento no Parque São Jorge
16/08/2019


Reitor Fernando Costa participa do 3º Fórum Nacional de Competitividade organizado pelo LIDE
16/08/2019